09/08/2017 23h00

O vereador que tentou barrar a Turma da Mônica nas escolas


A história aconteceu em Curitiba e foi contada pelo repórter Rogério Galindo, da Gazeta do Povo: o pedido de uma professora aos pais para que seus filhos fossem à escola trajando roupas coloridas para uma apresentação sobre diversidade levou o vereador Thiago Ferro (PSDB) a denunciá-la por ‘ideologia de gênero’.

A atividade – destinada a discutir com as crianças o respeito às diferenças – é parte do programa ‘Um por todos , todos por um’, da Controladoria Geral da União e do Instituto Maurício de Souza. No material, a Turma da Mônica discute temas como democracia, participação, coletividade e também, diversidade.

Na apresentação a que se refere o bilhete da professora, as crianças cantariam uma música cuja letra dizia: ”Ninguém é igual a ninguém / Ainda bem, ainda bem / Negro, branco, pardo ou amarelo / Alto, baixo, gordo ou magricelo / Moreno, loiro, careca ou cabeludo / Deficiente, cego, surdo ou mudo"

Quando burrice e intolerância andam juntas

O vereador tucano, também pastor da Igreja Sara Nossa Terra, é autor de um projeto de lei que institui o ‘Escola Sem Partido’ nas escolas curitibanas.

Conhecido agora como o homem que tentou censurar Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e companhia, Thiago Ferro é um exemplo do que a combinação de intolerância e burrice é capaz de produzir.

todas as notícias
|16.08.17 - Greve na UniSant’Anna continua
|15.08.17 - Assembleia da UniSant’Anna rejeita proposta patronal e mantém greve
|11.08.17 - Feriado da Independência do Brasil na Colônia do SinproSP
|10.08.17 - Audiências públicas discutem desmonte na FMU
|10.08.17 - Desmonte na FMU será discutido dia 14/08 em audiência pública

Ranking de salários
Logo Twitter Logo SoundCloud Logo YouTube Logo Facebook
Plano de saúde para professores
Cadastre-se e fique por dentro de tudo o que acontece no SINPRO-SP.
 
Sindicato dos Professores de São Paulo
Rua Borges Lagoa, 208, Vila Clementino, São Paulo, SP – CEP 04038-000
Tel.: (11) 5080-5988 - Fax: (11) 5080-5985
Websindical - Sistema de recolhimentos