10/01/2018 18h18

Justiça suspende demissões na Metodista


A Juíza do Trabalho Valéria Pedroso de Morais, da 8ª vara do Trabalho de São Bernardo do Campo, suspendeu a demissão dos 66 professores dispensados pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). A decisão, publicada na terça-feira, 09/01, atende a uma ação protocolada pelo Sindicato dos Professores do ABC.

Além da suspensão, a medida determinou um prazo de cinco dias para a UMESP informar o nome de todos os professores demitidos, bem como a razão da dispensa de cada um. A liminar também prevê a aplicação de multa no valor de 10 mil reais para cada funcionário demitido enquanto não forem encerradas as negociações junto ao SinproABC.

Enquanto isso TST libera demissões na UniRitter

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, o ministro Ives Gandra Filho, suspendeu a liminar do Tribunal Regional do Trabalho que impedia a demissão dos mais de 129 professores do Centro Universitário Ritter dos Reis.

O despacho de Gandra Filho, publicado na segunda-feira (08), foi a primeira manifestação do TST acerca de demissões em massa.

todas as notícias
|17.07.19 - 3ª Oficina de preparo vocal será realizada em 27 de julho no SinproSP
|16.07.19 - Sua contribuição previdenciária vai aumentar
|15.07.19 - Laureate deve explicar demissões e negociar com o SinproSP
|13.07.19 - Quantos anos você vai trabalhar a mais?
|12.07.19 - Nova forma de cálculo reduz valor das aposentadorias, mesmo para as mulheres

Atualize seus dados no SinproSP
Logo Twitter Logo SoundCloud Logo YouTube Logo Facebook
Plano de saúde para professores
Cadastre-se e fique por dentro de tudo o que acontece no SINPRO-SP.
 
Sindicato dos Professores de São Paulo
Rua Borges Lagoa, 208, Vila Clementino, São Paulo, SP – CEP 04038-000
Tel.: (11) 5080-5988 - Fax: (11) 5080-5985
Websindical - Sistema de recolhimentos
Baixe o APP na Google Play Baixe o APP na Apple Store