12/01/2018 12h54

Demissões no Ensino Superior é tema de reportagem na TVT


A onda de demissões em massa no ensino superior atingiu professores de diversas instituições: Estácio, Mackenzie, Anhembi Morumbi e FMU. O caso mais recente é o da Faculdade das Américas, a FAM, que demitiu quase metade do corpo docente.

O que há em comum nessas demissões é o perfil dos professores desligados. Em sua maioria são profissionais com maior titulação, carga horária elevada e salários mais altos. Ao que tudo indica a intenção é reduzir o custo da folha de pagamento contratando docentes por salários mais baixos.

A reportagem da TVT denuncia as arbitrariedades que os mantenedores vêm cometendo em função de maior lucro. Assista ao vídeo na íntegra a seguir:

todas as notícias
|19.10.18 - Demissão a partir de 16/10 garante salário até janeiro de 2018
|18.10.18 - No SinproSP, profa. Ludmila Costhek fala sobre precarização e resistência
|18.10.18 - Assembleia no SinproSP definirá pauta de reivindicações da Campanha Salarial
|17.10.18 - Professores do Senac têm assembleia em 19 de outubro
|14.10.18 - Carta aberta das professores e dos professores para toda a sociedade

Ranking de salários
Logo Twitter Logo SoundCloud Logo YouTube Logo Facebook
Plano de saúde para professores
Cadastre-se e fique por dentro de tudo o que acontece no SINPRO-SP.
 
Sindicato dos Professores de São Paulo
Rua Borges Lagoa, 208, Vila Clementino, São Paulo, SP – CEP 04038-000
Tel.: (11) 5080-5988 - Fax: (11) 5080-5985
Websindical - Sistema de recolhimentos
Baixe o APP na Google Play Baixe o APP na Apple Store