05/07/2018 00h23

Diferenças do reajuste devem ser pagas junto com o salário de junho


Eventuais diferenças salariais decorrentes do reajuste de data base, devem ser pagas junto com o salário de junho. O reajuste ficou em 2,14%, retroativo a março. Como a campanha salarial se prolongou até junho, são devidas as diferenças referentes aos meses de março, abril e maio.

Algumas escolas concederam antecipações salariais que agora poderão ser deduzidas. Assim, se uma escola 1%, deve pagar mais 1,14% nos três meses (ou, 3,42% de um salário). Entretanto, se os professores receberam mais do que os 2,14%, o salário não será reduzido. Eventual compensação só poderá ser feita no próximo reajuste, na data base de 2019, e ainda assim, se o valor constar do holerite como “antecipação salarial”.

O reajuste deve ser aplicado sobre o salário de março/2017.

Participação nos lucros

A Convenção também assegura participação nos lucros ou resultados de 15%, paga até 15 de outubro de 2018. A escola que optar pelo não pagamento da PLR deve substituir o índice de 2,14% por 3,39% , também retroativo a março/2018.

todas as notícias
|17.07.19 - 3ª Oficina de preparo vocal será realizada em 27 de julho no SinproSP
|16.07.19 - Sua contribuição previdenciária vai aumentar
|15.07.19 - Laureate deve explicar demissões e negociar com o SinproSP
|13.07.19 - Quantos anos você vai trabalhar a mais?
|12.07.19 - Nova forma de cálculo reduz valor das aposentadorias, mesmo para as mulheres

Atualize seus dados no SinproSP
Logo Twitter Logo SoundCloud Logo YouTube Logo Facebook
Plano de saúde para professores
Cadastre-se e fique por dentro de tudo o que acontece no SINPRO-SP.
 
Sindicato dos Professores de São Paulo
Rua Borges Lagoa, 208, Vila Clementino, São Paulo, SP – CEP 04038-000
Tel.: (11) 5080-5988 - Fax: (11) 5080-5985
Websindical - Sistema de recolhimentos
Baixe o APP na Google Play Baixe o APP na Apple Store