07/08/2018 18h20

Número de Convenções Coletivas cai 45% no primeiro semestre


Estudo da Fipe que faz o acompanhamento das negociações salariais concluiu que o número de convenções coletivas fechadas no primeiro semestre de 2018 caiu 45,2% em relação ao primeiro semestre de 2017. O número de acordos coletivos também caiu, mas com menos intensidade: 34%.

Esse é o efeito perverso da reforma trabalhista, que começou a vigorar em novembro. Em vigor desde novembro/2017, a Lei procura estimular a negociação por empresas em detrimento das negociações universalizadas, válidas para toda uma categoria. Além disso, autoriza a redução de direitos previstos na lei (CLT, por exemplo) por meio de convenções ou acordos coletivos.

Tudo isso favoreceu o endurecimento dos sindicatos patronais . A redução dos direitos deveria começar pelo ‘esvaziamento’ das Convenções.

A estagnação econômica e os mais de 12 milhões de desempregados também serviram como combustível para a radicalização das representações patronais. Como consequência, as negociações se tornaram mais difíceis e demoradas e muitas ainda não foram concluídas.

Os professores de educação básica em São Paulo sentiram de perto essas dificuldades. A campanha salarial durou mais de cinco meses, porque o sindicato patronal quis acabar com os principais direitos da Convenção Coletiva.

A resistência da categoria permitiu manter a Convenção, mas o desafio permanece. Por isso, a campanha salarial começa a ser organizada neste segundo semestre, apesar de a data base dos professores ser 1º de março.

todas as notícias
|17.07.19 - 3ª Oficina de preparo vocal será realizada em 27 de julho no SinproSP
|16.07.19 - Sua contribuição previdenciária vai aumentar
|15.07.19 - Laureate deve explicar demissões e negociar com o SinproSP
|13.07.19 - Quantos anos você vai trabalhar a mais?
|12.07.19 - Nova forma de cálculo reduz valor das aposentadorias, mesmo para as mulheres

Atualize seus dados no SinproSP
Logo Twitter Logo SoundCloud Logo YouTube Logo Facebook
Plano de saúde para professores
Cadastre-se e fique por dentro de tudo o que acontece no SINPRO-SP.
 
Sindicato dos Professores de São Paulo
Rua Borges Lagoa, 208, Vila Clementino, São Paulo, SP – CEP 04038-000
Tel.: (11) 5080-5988 - Fax: (11) 5080-5985
Websindical - Sistema de recolhimentos
Baixe o APP na Google Play Baixe o APP na Apple Store