30/10/2018 19h06

Deputados podem votar Escola Sem Partido na 4a feira, dia 31


Foi convocada para quarta-feira, 31/10, às 14h30, sessão da comissão especial na Câmara dos Deputados encarregada de votar o projeto de lei do Escola Sem Partido (PL 7.180).

O que está em votação é a proposta substitutiva ao PL 7.180, apresentada pelo deputado Flavinho (PSC/SP). A nova proposta copia e piora os projetos de lei do Escola Sem Partido que inundam assembleias e câmaras municipais em todo o país.

Entre outras imbecilidades, a proposta do deputado Flavinho obriga a afixação nas salas de aulas de um quadro com normas de conduta aos professores. Entre elas, a de não se aproveitar da "audiência cativa" para "cooptar e nem "prejudicar" [nas notas?] os alunos por razões ideológicas e partidárias. A proposta também proíbe o uso os termos "gênero" e "orientação sexual" em políticas de ensino, currículo escolar ou disciplinas obrigatórias (artigo 5º,parágrafo único).

Provocação

O conteúdo deste substitutivo quase o mesmo da lei alagoana do Escola Sem Partido, suspensa pelo STF até o julgamento sobre a sua constitucionalidade. A Procuradoria Geral da República e a Advocacia Geral da União já deram parecer pela inconstitucionalidade da lei.

A convocação pode ser considerada mais um ato de provocação contra professores, numa semana que começou conturbada por ameaças em escolas e universidades e com grupos promovendo uma verdadeira caça a professores.

Espera-se que a sessão marcada para amanhã não se realize. Se acabar acontecendo, é preciso pressionar para que o projeto seja rejeitado.Se aprovado na Comissão Especial o projeto de lei pode seguir para o Senado, salvo se houver pedido para votação no plenário da Câmara, assinado por pelo menos 52 deputados.

A aguerrida bancada de oposição promete se organizar para barrar a proposta, assim como conseguiu fazer em julho, quando houve nova tentativa de votação (veja aqui) ./p>

todas as notícias
|13.07.19 - Quantos anos você vai trabalhar a mais?
|12.07.19 - Nova forma de cálculo reduz valor das aposentadorias, mesmo para as mulheres
|12.07.19 - JUSTIÇA MARCA AUDIÊNCIA DA AÇÃO DO SINPROSP CONTRA DEMISSÕES NA LAUREATE
|11.07.19 - Como votaram os deputados paulistas - PEC 06 1º turno (10/07/2019)
|11.07.19 - Aposentadoria homens -regras da aposentadoria aprovadas em 1º turno na Câmara

Atualize seus dados no SinproSP
Logo Twitter Logo SoundCloud Logo YouTube Logo Facebook
Plano de saúde para professores
Cadastre-se e fique por dentro de tudo o que acontece no SINPRO-SP.
 
Sindicato dos Professores de São Paulo
Rua Borges Lagoa, 208, Vila Clementino, São Paulo, SP – CEP 04038-000
Tel.: (11) 5080-5988 - Fax: (11) 5080-5985
Websindical - Sistema de recolhimentos
Baixe o APP na Google Play Baixe o APP na Apple Store