Campanha salarial

No TRT, juiz propõe prorrogar Convenção Coletiva por mais 45 dias

Atualizada em 23/03/2018 16:43

O vice-presidente judicial do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), desembargador Carlos Alberto Husek, propôs a prorrogação da Convenção Coletiva dos professores de educação básica por 45 dias, a partir de 2 de abril (data em que as cláusulas atuais não estariam mais garantidas). Neste período as negociações devem ser retomadas. A proposta foi feita durante a primeira audiência de conciliação no TRT, realizada na sexta-feira, dia 23.

O Sieeesp, sindicato patronal, ficou de responder à proposta. Para o SinproSP e demais sindicatos que também instauraram dissídio, a prorrogação é importante porque dá garantias aos professores.

O SinproSP instaurou dissídio coletivo no TRT na 4ª feira (21), um dia depois de o sindicato patronal (Sieeesp) insistir na redução de direitos e recusar-se a prorrogar a vigência da Convenção. Outros 22 sindicatos filiados à Fepesp também ingressaram com ação.