Geral

Nota de solidariedade aos professores e diretores do Sinpro Guarulhos

Atualizada em 07/05/2018 03:21

O Sindicato dos Professores de São Paulo manifesta a sua solidariedade aos professores, estudantes e dirigentes do Sinpro Guarulhos, covardemente agredidos em 03 de maio quando protestavam contra projeto de lei do Escola Sem Partido, em tramitação na Câmara Municipal de Guarulhos.

A agressão praticada por agentes da Guarda Civil Municipal, com bombas de efeito moral e balas de borracha, fere duas garantias constitucionais – o direito à segurança e o direito à livre manifestação.

É obrigação do Poder Executivo de Guarulhos adotar providências para que atos de violência praticados por agentes públicos não mais se repitam e para garantir o pleno exercício de expressão e manifestação.

Sindicato dos Professores de São Paulo