Eventos

Assista ao debate sobre a BNCC do ensino médio promovido pelo SinproSP

Atualizada em 25/05/2018 15:38

Na noite de quinta-feira, 24/05, o sociólogo César Callegari e o cientista político Daniel Cara debateram sobre a proposta da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para o ensino médio. O evento, promovido pelo SinproSP, foi realizado na Assembleia Legislativa de São Paulo.

A proposta apresentada pelo governo em abril e atualmente em análise no Conselho Nacional de Educação, promove um esvaziamento do currículo sem precedentes, com apenas duas disciplinas obrigatórias - Português e Matemática. O restante do currículo pode se organizar em dois genéricos campos de saber: ’Ciências Humanas’ e ’Ciências da Natureza’, além do ensino de Inglês.

Engana-se quem acha que a flexibilização curricular está fundamentada apenas em questões pedagógicas. Ela também representa uma brutal redução do custo do trabalho docente, pela adoção do ensino a distância e pela desregulamentação na contratação de professores.

Onde foram parar as disciplinas?

O projeto da Base Nacional Comum radicaliza a reforma do ensino médio ao promover um esvaziamento curricular sem precedentes. O documento prevê apenas duas disciplinas obrigatórias - Português e Matemática. O restante do currículo pode se organizar em dois genéricos campos de saber: ’Ciências Humanas’ e ’Ciências da Natureza’, além do ensino de Inglês.

Esse enxugamento curricular está associado à uma outra proposta, também em discussão no CNE, que autoriza o ensino a distância no ensino médio em até 40% da carga horária. São medidas que desregulamentam o ensino, reduzem a qualidade da educação e vão produzir demissão em massa de professores.

Confira como foi o evento na íntegra nos vídeos