SinproSP

Escola Sem Partido: fracassa tentativa de votar projeto de lei

Atualizada em 12/07/2018 00:03

Depois de três horas de sessão, a comissão da Câmara dos Deputados encarregada do projeto de lei do Escola Sem Partido terminou sem a votação do PL 7180. O mérito do resultado coube ao valente grupo de deputados contrários à proposta que, apresentado requerimentos e evocando sucessivas questões de ordem , conseguiram impedir a votação.

Entre os parlamentares, destacaram-se na batalha dos requerimentos: Érika Kokai (PT/DF), Glauber Braga (Psol/RJ), Alice Portugal (PCdoB/AM), Pompeo de Matos (PDT/RS) e Maria do Rosário (PT/SC).

Às 19h40, a deputada Alice Portugal comunicou que tinha sido atingido o quórum para iniciar a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) no plenário e solicitou o encerramento da sessão.

O presidente da Comissão informou que iria ’suspender’ a sessão e as deputadas Erika Kokai, Alice Portugal e Maria do Rosário corrigiram de imediato: encerramento! Ainda assim, o deputado Matos manteve a "suspensão"da sessão.


ASSISTA AQUI A ÍNTEGRA DA REUNIÃO NA COMISSÃO DO ESCOLA SEM PARTIDO