Geral

Professores da Oswaldo Cruz decidem por ação coletiva contra a faculdade

Atualizada em 08/05/2019 18:49

Em assembleia realizada na tarde de hoje, 08/05, no SinproSP, os professores das Faculdades Oswaldo Cruz decidiram cobrar na Justiça do Trabalho o descumprimento de acordo que a Instituição havia feito para pagar valores devidos ao corpo docente. A ação será coletiva, feita pelo departamento jurídico do Sindicato.

No final de 2018, o SinproSP convocou a FOC ao Foro de Conciliação de Conflitos Coletivos para cobrar o 13º de 2018, depósitos em atraso do FGTS e diferenças referentes aos salários do final de 2017. Segundo o cronograma apresentado pela mantenedora no dia 09/01 e enviado pelo SinproSP a todos os professores, os valores devidos seriam pagos em 9 parcelas, a partir da folha de pagamento de março de 2019. A mantenedora também se comprometia a parcelar o FGTS junto à Caixa. (confira aqui)

Como o 13º de 2018 não foi pago, assim como os depósitos em atraso do FGTS não foram resolvidos, no início de maio, os professores da FOC foram convocados para assembleia , que acabou realizada neste 08 de maio.