Direitos

Ex-ministros da Educação criam o Observatório da Educação Brasileira

Atualizada em 06/06/2019 17:26

Reunidos no início da semana no Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA/USP), seis ex-ministros da Educação do Brasil - José Goldemberg (1991-1992), Murílio Hingel (1992-1995), Cristovam Buarque (2003-2004), Fernando Haddad (2005-2012), Aloizio Mercadante (2012-2014 e 2015-2016) e Renato Janine Ribeiro (2015) - anunciaram a criação do Observatório da Educação Brasileira, que vai se encarregar de debater políticas públicas para a área.

Na ocasião, tornaram pública também, assinada pelos seis, uma carta que condena os cortes orçamentários promovidos pelo MEC e a atuação sectária do governo.

Leia no ’Jornal da USP’ mais informações sobre a iniciativa e a íntegra da carta