SinproSP

Cresce ainda mais número de escolas que estão pagando

Atualizada em 14/05/2004 15:54

Cresce a cada dia o número de escolas que estão acertando a dívida que têm com seus professores, referente ao dissídio coletivo da educação básica 2003. Preocupadas com o passivo trabalhista que podem acumular, caso não cumpram a sentença do TRT, várias instituições têm procurado o SINPRO-SP e apresentado propostas.

A mobilização dos professores tornou-se um instrumento valioso nesse processo e contribui sobremaneira como forma de pressão para que as instituições cumpram a decisão da Justiça do Trabalho.

Acesse a lista de escolas que estão pagando.