SinproSP

Terceirização de professores

Atualizada em 20/07/2004 15:02

Com base no argumento de que a terceirização dos professores (de forma individual ou através de cooperativas) contraria os padrões de qualidade exigidos pelo INEP, o SINPRO-SP pretende pedir ao MEC a sustação dos processos de reconhecimento de faculdades que, burlando inclusive a legislação trabalhista, terceirizam o trabalho dos professores.