SinproSP

Inflação acelera em janeiro e eleva projeções para a data base

Atualizada em 12/02/2016 12:23

Os principais institutos que medem a inflação apontaram alta em janeiro, acima da expectativa. O ICV-DIEESE, divulgado dia 12/02, ficou em 1,8%.

Na semana anterior, o mesmo movimento de alta havia sido apontado em outros indicadores. O INPC-IBGE de janeiro ficou em 1,51% e o IPC-FIPE, subiu 1,37%.

Reajuste das tarifas de transporte público, preço de alimentos e despesas com educação, especialmente mensalidades escolares, foram os itens que mais pressionaram para alavancar o custo de vida.

A média desses três indicadores – ICV, INPC e IPC - tem sido usada como critério para medir a reposição inflacionária nas negociações salariais da educação básica e do ensino superior. Por isso, eles são uma referência importante para os professores.

Projeção e reajuste

O repique de janeiro elevou um pouco as projeções de inflação do Sinpro-SP, que pode chegar a 10,5%, no período compreendido entre março/2015, mês do nosso último reajuste, e fevereiro/2016.

O índice de reajuste salarial reivindicado pelos professores é de 15%, a partir de março/2016. Nele está embutida a reposição integral da inflação e aumento real.

A inflação elevada revela que a questão salarial será o grande desafio da categoria nos próximos meses.