SinproSP

Professores do Senac também vão brigar por 15% de reajuste

Atualizada em 19/02/2016 16:04

Professores do Senac, representados pelo Sinproi-SP e outros 11 sindicatos no Estado de São Paulo, decidiram reivindicar reajuste salarial de 15%, acompanhando a deliberação dos professores da educação básica, do ensino superior e do Sesi/Senai. A assembleia realizou-se em São Paulo, dia 19/02.

No Senac, as negociações envolvem apenas o reajuste salarial, já que as cláusulas sociais do acordo coletivo têm vigência até fevereiro de 2017.

Campanha Salarial é unificada

A Campanha Salarial é unificada e coordenada pela Federação dos Professores do Estado de São Paulo, da qual o Sinpro-SP faz parte, junto com outros 25 sindicatos. As negociações são feitas em quatro frentes: com o Semesp, sindicato dos mantenedores de ensino superior, Sieeesp, que representa as escolas de educação básica, Sesi/Senac e Senac.

A data base dos professores e trabalhadores não docentes é 1º de março.