Voz do professor

Pesquisa sobre a voz do professor é premiada em Congresso

Atualizada em 01/09/2016 16:02
Dra. Fabiana Zambon

A pesquisa Fadiga vocal em professores e sua relação com a fadiga geral ao longo de um ano letivo foi premiada como terceiro melhor trabalho em Fonoaudiologia no 15º Congresso da Fundação de Otorrinolaringologia.

O estudo, realizado na UNIFESP, foi tema da tese de Doutorado da Coordenadora do Programa de Saúde Vocal do SINPRO-SP, Dra. Fabiana Zambon e teve orientação da Dra. Mara Behlau.

Na pesquisa, 102 professores de escolas da rede privada de ensino de São Paulo foram acompanhados durante um ano letivo, com objetivo principal de investigar mudanças na fadiga vocal desses profissionais.

Os resultados da pesquisa mostraram que, o professor tem maior impacto vocal no início do ano e precise de um condicionamento vocal para enfrentar esse retorno às aulas. Outro dado que a pesquisa indicou é a necessidade de treinamento dos docentes para reconhecerem precocemente os sintomas que sinalizam a fadiga vocal , o que colaborará na prevenção de uma alteração de voz.

Os resultados foram muito importantes e influenciaram diretamente as ações do Programa de Saúde Vocal, o que reforça e valida a constante preocupação do Sindicato em incentivar pesquisas sobre a voz do professor.

Aproveite e conheça mais sobre o Programa de Saúde Vocal desenvolvido pelo SINPRO-SP há mais de 15 anos.