Direitos

Salários de setembro vêm como novo reajuste

Atualizada em 19/09/2016 16:11

Professores do ensino superior e da educação básica vão receber os salários de setembro com o reajuste complementar definido na campanha salarial.

Em 2016, o reajuste foi fixado em 11,5% na educação básica e 10,57% no ensino superior. Nos dois casos, o índice foi pago em duas parcelas: 7%, de março a agosto, e o restante, a partir de setembro.

Para calcular os salários que começam a ser pagos a partir de setembro, os percentuais – 11,5% ou 10,57% - devem ser aplicados sobre o salário (ou a hora-aula) do mês de fevereiro/2016. O resultado servirá de base será a base de cálculo para o reajuste na próxima data base, em março de 2017, e também para a participação nos lucros ou o abono, em outubro de 2016.

Em outubro, participação nos lucros ou abono

Outra garantia das convenções coletivas de trabalho é o pagamento, até 15 de outubro, da participação nos lucros de 12% na educação básica e do abono de 21% no ensino superior.

Sesi e Senai

No Sesi e no Senai, os salários também mudam. Como o acordo coletivo foi fechado na Justiça no final de agosto, o reajuste de 11,08% e as diferenças retroativas devem ser pagas em setembro. Veja aqui como calcular o reajuste e as diferenças

Confira aqui o Boletim sobre os reajustes salariais