Geral

Julgamento sobre terceirização é adiado

Atualizada em 09/11/2016 19:02

A sessão do Supremo Tribunal Federal de 09/11 terminou sem que o processo sobre terceirização fosse analisado pelo plenário.

Dos seis processos previstos na pauta, apenas dois acabaram analisados, porque toda a primeira metade da sessão foi destinada a homenagear o ministro aposentado do STF, Cezar Peluzo.

No encerramento, a ministra Carmen Lucia, presidente do STF, informou que os quatro processos não julgados seriam remarcados para datas futuras.

Demonstrando uma certa ansiedade, o ministro Luiz Fux, relator do recurso que pode liberalizar a contratação terceirizada de todos os trabalhadores, perguntou se o processo sobre a terceirização entraria na pauta de amanhã,10/11. A ministra Carmen Lúcia teve que repetir mais duas vezes que uma nova data ainda seria marcada.