Campanha salarial

Pauta de reivindicações unificada é entregue ao sindicato patronal

Atualizada em 16/12/2016 14:01

Texto atualizado em 16/12, às 18h

Na sexta-feira, 16, o SinproSP, a Fepesp e outros 25 sindicatos de professores do estado de São Paulo entregaram ao Semesp (sindicato patronal do Ensino Superior) a pauta unificada de reivindicações da Campanha Salarial 2017.

Na reunião os sindicatos também apresentaram uma proposta de calendário de negociações com a primeira rodada em 16 de janeiro de 2017, a confirmar pelos patrões.

A luta é por dois anos

A pauta unificada foi construída a partir das deliberações das assembleias locais de professores, realizadas em novembro. Diante das dificuldades que vem sendo projetadas para o próximo ano, a categoria optou por uma pauta enxuta, priorizando a assinatura da convenção coletiva (e acordo, no caso do Sesi/Senai) por dois anos e garantindo o reajuste salarial e os direitos sociais em 2017 e 2018.

A proposta de reajuste salarial reivindicada pelos professores é a mesma no Ensino Superior e no Sesi/Senai.

- em março de 2017: reposição integral da inflação do período (estimada entre 5% e 5,5%).

- em março de 2018: reposição integral da inflação do período (estimada em 5%) e aumento real de 50% do índice inflacionário nos últimos 12 meses. Total estimado em 7,5%.

O período para base de cálculo da inflação é de março do ano corrente a fevereiro do ano seguinte. No Ensino Superior esse número é calculado pela média aritmética de três índices, o IBGE (INPC), FIPE (IPC) e DIEESE (ICV). Já no Sesi/Senai a inflação é apurada apenas pelo IBGE (INPC).

Ensino Superior

Outras reivindicações importantes que compõe a pauta unificada do Ensino Superior são o estabelecimento do piso salarial de R$ 35,00 hora/aula e a regulamentação o trabalho na Educação a Distância (EaD).

As principais propostas para o EaD são acerca do papel do tutor e suas obrigações, a obrigatoriedade da instituição oferecer os equipamentos multimídia necessários para o professor desenvolver o trabalho a distância e a garantia de direitos autorais sobre os materiais produzidos.

Sesi e Senai

A pauta do Sesi/Senai foi entregue aos patrões, em reunião na tarde do dia 16. Além da manutenção dos direitos sociais e reajuste há clausulas que preveem o direito de acompanhar filhos menores de quinze anos ao médico sem desconto de falta e abono de turno em caso de realização de exame laboratorial.

A exigência de melhores condições de trabalho também entrou na pauta. A proposta é a redação uma cláusula que prevê uma sala de uso exclusivo de professores, com acesso a internet, mobiliário adequado para descanso nos intervalos e armário para guarda de material.


Acompanhe aqui todas as notícias sobre a Campanha Salarial 2017