SinproSP

SINPRO-SP apóia decisão do MEC de fechar cursos irregulares

Atualizada em 22/12/2004 17:42

O SINPRO-SP enviou telegrama (veja abaixo) ao Ministro da Educação cumprimentando-o pela decisão de fechar seis instituições de ensino superior que funcionam irregularmente no país (clique aqui para saber quais são).

EXMO.SR. TARSO GENRO,
MINISTRO DA EDUCAÇÃO

O Sindicato dos Professores de São Paulo (SINPRO-SP), entidade que representa os docentes das instituições particulares de ensino superior da cidade, cumprimenta V.Exa. pela corajosa decisão de fechar seis instituições universitárias que funcionavam sem autorização do Ministério da Educação. A medida, que atingiu duas “escolas” que atuavam em São Paulo, pode representar uma sinalização também para aquelas empresas que, embora oficialmente autorizadas a funcionar, adotam práticas que desqualificam o ensino e oprimem seus professores. V.Exa pode contar com o apoio deste Sindicato sempre que investir sua autoridade política na recuperação da seriedade e do compromisso social que o ensino superior brasileiro deve ter.

Atenciosamente,
Prof. Luiz Antonio Barbagli
Presidente