Geral

CARTA AOS PROFESSORES DA FMU

Atualizada em 26/06/2017 15:20

Íntegra da carta enviada aos professores da FMU em 26/06/2017

Como já divulgado em nosso site e boletim, o SinproSP recebeu denúncias de que a FMU começou um processo de demissão em massa neste final do semestre. A causa seria uma mudança na grade curricular, com aumento da duração da hora-aula e consequente redução do número de aulas.

A mudança afetará aqueles que continuarem a lecionar na FMU, já que os professores terão redução do número de aulas, mas permanecerão o mesmo tempo na Instituição.

Assim que surgiram as primeiras denúncias, o Sindicato convocou a FMU para uma reunião. Inicialmente marcada para o dia 27, acabou transferida para quarta-feira, 28, às 10h.

O SinproSP recomenda que os professores que vierem a receber proposta de redução de carga horária não assinem nenhum documento de concordância.

Em relação aos que forem comunicados de demissão sem justa neste semana, o SinproSP fará o que estiver ao seu alcance para tentar reverter as demissões e coloca-se desde já à disposição de todos os professores afetados.

É importante lembrar que a Convenção Coletiva de Trabalho garante estabilidade provisória a quem estiver a 24 meses da aposentadoria, por tempo de serviço ou idade. Aqueles que julgarem estar próximos, devem comparecer ao Sindicato para fazer a contagem do tempo de serviço.

O SinproSP divulgará no site o resultado da reunião do dia 28 e as demais providências que serão adotadas.

Importante: Esta mensagem está sendo enviada emails de professores da FMU que são sindicalizados. Ajude a divulgar as informações, repassando a mensagem aos demais colegas.