Campanha salarial ensino superior

Mantenedores não querem reajustar salários em 2020

Atualizada em 16/07/2020 00:01

Representantes dos mantenedores de instituiçoes do ensino superior voltaram a insistir em reajuste zero. Na rodada de negociação realizada na terçe-feira, dia 15, a comissão patronal reconheceu que houve inflação,  mas alegou que as instituições não têm condições de  reajustar os salários em 2020.

A Federação dos Professores (Fepesp) e as duas outras federações que participam das negociações reafirmaram que não abrem mão do reajuste e aguardam dos patrões uma contraproposta razoável e um cronograma de pagamento.

O reajuste é o principal impasse já que os mantenedores aceitaram renovar as cláusulas sociais da Convenção Coletiva, com adequação do texto de algumas cláusulas, por causa da pandemia.

A próxima rodada acontecerá depois da assembleia patronal, que acontece dia 20 de julho.