Coronavírus

Aluno teria apenas um dia por semana de aula presencial, mostra reportagem

Atualizada em 10/09/2020 14:47

Texto atualizado em 10 de setembro de 2020, às 22h15

Em reportagem publicada no jornal O Estado de S. Paulo, a jornalista Renata Cafardo analisou 14 protocolos de grandes escolas para um eventual retorno de aulas presenciais e concluiu que, na maior parte, se os protocolos fossem adotados, os alunos iriam às escolas uma vez ou duas vezes por semana. A reportagem foi publicada em 10 de setembro.

Pelo Plano de Retorno da Educação do governo estadual - que ainda não vale para o município de São Paulo – a volta está limitada a 35% dos alunos, sem definir como esse percentual será aplicado.

A escola pode concentrar o retorno em apenas alguns séries, por exemplo, o 3º ano do ensino médio e com rodízio, dependendo do número de estudantes abrangidos. O colégio também pode determinar a volta de todas as séries, em classes bem mais reduzidas e sistema de rodízio. Nesse caso, cada aluno teria apenas um ou dois dias de aula presencial. O restante da semana continuaria com aulas remotas, exclusivamente.

Esse problema já havia sido apontado pelo presidente do SinproSP , Luiz Antonio Barbagli, ao defender o retorno das aulas presenciais apenas em 2021 em debate no Jornal O Estado de S. Paulo , dia 25 de agosto: “Voltaremos, por exemplo, no 4º bimestre com apenas 20% dos alunos do ensino médio. O aluno irá, no máximo, cinco vezes na escola até o final do ano letivo”, afirmou Barbagli ao criticar a pressão das escolas particulares pelo reabertura.

O  sistema de rodízio, contudo, não se aplica a professores e demais funcionários, que estarão na escola, em contatos com todos os alunos, diariamente, ao longo da semana. Segundo a reportagem, alguns pais questionam se o risco compensa. Para uma mãe ouvida pelo jornal, não “vale a pena colocar toda uma comunidade escolar em risco – professores, profissionais de limpeza, porteiros para que a filha vá poucas vezes ao colégio até o final do ano.”

A íntegra da reportagem "Em volta planejada por escolas particulares de São Paulo, cada aluno vai uma vez por semana"  está disponível para assinantes no portal do Estadão.