Coronavírus

Entidades entram com recurso contra volta às aulas presenciais

Atualizada em 15/09/2020 13:22

A Fepesp, Apeoesp, CPP e Afuse recorreram ao Superior Tribunal de Justiça-STJ para conseguir uma liminar que suspenda as atividades presenciais nas cidades em que elas foram autorizadas. Como se sabe, no município de São Paulo, toda e qualquer atividade presencial com alunos continua proibida e um eventual retorno das aulas, em outubro, ainda não está decidido.

Segundo dados publicados na imprensa, 128 cidades paulistas – de um total de 645 no estado – decidiram pela retomada de atividades presenciais em setembro. 

As quatro entidades autoras da ação representam sindicatos e trabalhadores em Educação das redes públicas e privadas em todo o estado de São Paulo. Elas protocolara ação no dia 03 de agosto, mas tiveram o pedido de liminar recusado. Por isso, agora vão recorrer ao STJ.