Cultura

Filme retrata a luta de professores sergipanos por direitos

Atualizada em 19/10/2020 10:22

Atualizado em: 29 de outubro de 2020

O ano é 2008. Mais de 30 mil professores da rede pública de Sergipe se mobilizam e partem de suas escolas rumo à capital do estado, Aracaju, para defenderem seus direitos. Esse é o enredo do filme “Abraço – a única saída é lutar”. O longa conta a história de Ana Rosa que se divide entre ser mulher, mãe, professora e sindicalista em um movimento contra o governo estadual.

A obra é baseada em uma história real e foi produzido patrocínio do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe (Sintese) e parceria da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e da CUT. O filme recebeu três prêmios pelo júri popular do Festival de Cinema de Pernambuco, em 2019 (melhor filme, melhor atriz e melhor trilha sonora).

‘Abraço’ estreou nos cinemas de algumas capitais do país em 15 de outubro, na cidade de São Paulo o filme está em cartaz no Espaço Augusta, Sala 5, às 18h todos os dias e a partir do dia 29/10 estará disponível nas plataformas digitais Apple TV, Google Play, Now, Vivo Play e Youtube Filmes.