Coronavírus

Covas mantém aulas presenciais no ensino médio

Atualizada em 19/11/2020 12:29

Apesar do aumento de casos de Covid, especialmente nas classes A e B, o prefeito Bruno Covas decidiu manter aulas presenciais no ensino médio e atividades extracurriculares, também presenciais, na educação infantil e no ensino fundamental. A decisão foi anunciada em entrevista coletiva na manhã de 19 de novembro.

Segundo o secretário municipal da Saúde, Bruno Caetano, os inquéritos sorológicos já tinham indicado a elevação de casos na população de maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A taxa de prevalência subiu de 3,5% para 9,5% nos bairros mais centrais, de maior IDH. Segundo ele, a prefeitura já vinha alertando para esse fato há 35 dias, quando a população de maior renda passou a flexibilizar a quarentena. 

O quadro mostrado pela Prefeitura contrasta com as medidas que o Poder Público continua adotando. Os bares e restaurantes voltaram a lotar, porque foram autorizados a isso. Quanto às escolas, o SinproSP volta a insistir: é preciso haver maior controle e regulamentação do poder público. É inaceitável que, diante do aumento de casos, as medidas propostas pela prefeitura continuam pífias, especialmente na ocorrência de casos de covid dentro das escolas.