Coronavírus

Retorno das aulas presenciais ainda não está definido, afirma Covas

Atualizada em 30/03/2021 16:44

Em coletiva realizada hoje, 30 de março, o prefeito Bruno Covas afirmou que caberá à Vigilância Sanitária determinar quando e como esse retorno será feito. Ele respondeu ao repórter Vinícius Passareli, da Rádio CBN, que perguntou se o retono às aulas presenciais seria mantido no dia 05 de abril ou adiado.O jornalista mencionou o fato de as prefeituras terem autonomia para decidir e também lembrou o decreto estadual que reconheceu a educação básica como atividade essencial. 

"Todo mundo sabe que a atividade da Educação é uma atividade mais do que essencial, uma ação transformadora da realidade, uma das mais importantes e das  mais nobres realizadas na cidade de São Paulo, só que nós temos uma preocupação que é a preocupação com a vida e é exatamente a área da Vigilância Sanitária que vai determinar se já é possível retornar e de que forma é possível retornar. Nós tivemos, no período de retorno das aulas, um aumento de focos de  Covid na cidade de São Paulo. Então, assim que autorizado pela Vigilância Sanitária e no momento adequado, a gente retoma as aulas na cidade, mas por enquanto não há nenhuma decisão tomada ainda", concluiu o prefeito.