Coronavírus

Governo inventa nova fase de transição e professores mantém greve pela vida

Atualizada em 16/04/2021 13:54

Pessoas à espera de leitos na UTI, escassez  de kit intubação, taxas de contágio mantidas em níveis elevadíssimos e mais de mil mortes diárias no estado de São Paulo. Nem toda essa tragédia foi capaz de demover o governo da decisão de tirar o estado da fase vermelha. Impossibilitado de usar a fase laranja ou amarela, a opção foi criar uma "fase de transição" para os próximos quinze dias. A notícia foi anunciada pelo vice-governador, na coletiva desta sexta-feira, dia 16.

Essa flexibilização, contudo, não nos impede de repetir que esse é o momento de permanecer em casa. E que as escolas devem continuar com o trabalho remoto. Afinal,a categoria decidu manter a greve das aulas presenciais e  as escolas continuam impedidas, por decisao judicial, de convocar professores para as aulas presenciais.

O SinproSP continuará atuando junto à categoria, promovendo reuniões, atividades, recebendo denúncias e notificando as escolas, dando todo tipo de orinetação e assistência  possível. Os canais de comunicação com o Sindicato são muito variados: telefone, whatsapp, e-mail e site. A organização e a mobilização é uma prioridade até porque temos pela frente mais um novo desafio: a campanha salarial e a renovação de nossa Convenção Coletiva de Trabalho.