Educação básica

Categoria organizada para enfrentar uma importante semana

Atualizada em 17/04/2021 15:35

Um momento estratégico para as professoras e dos professores de educação básica, assim foi a assembleia realizada no sábado – dia 17.  Reunida virtualmente, a categoria avaliou como está a mobilização nas escolas, discutiu formas de enfrentamento ao projeto de lei 5595 e a se preparou para a grande assembleia de 24 de abril.

Os próximos dias são importantíssimos para os professores. Está prevista para a próxima quinta-feira, 22, a votação do projeto que reconhece as aulas presenciais como atividade essencial, o PL 5595. Se aprovado, o projeto, atualmente na Câmara dos Deputados, seguirá para avaliação no Senado.

Por isso, é o momento de pressionar os deputados para rejeitarem esse absurdo que restringe o direito constitucional de greve além de limitar o poder dos estados e municípios para suspender as aulas presenciais na tentativa de reduzir o fluxo de pessoas, minimizar as chances de contágio e tentar controlar a pandemia.

Campanha Salarial

Após difíceis rodadas de negociação, marcadas pela intransigência dos patrões, na próxima semana o sindicato patronal se reunirá com os donos de escolas para elaborarem uma possível proposta de acordo para a Convenção Coletiva 2021. Ficou acordado que o que for decido na reunião será enviado ao Sinpros até a quinta-feira, 22.

O SinproSP, por sua vez, apresentará a proposta patronal na assembleia marcada para às 10h do próximo sábado, dia 24 de abril. A participação do maior número de professores é fundamental para um encontro verdadeiramente representativo. Afinal a pauta do dia é a garantia dos principais direitos da categoria.

Discuta com os colegas, avise os amigos que também lecionam e se organize para participar da assembleia. O encontro será virtual, pelo Zoom, com inscrição prévia pelo link  sinprosp.org.br/assembleia/basico