Campanha salarial

Ensino Superior: sindicato patronal volta a negociar e discute nova proposta

Atualizada em 05/05/2021 23:01

Por Fepesp

Em rodada realizada na manhã desta quarta-feira, 05/05, representantes das mantenedoras das instituições do ensino superior privado de São Paulo adiantaram a disposição de apresentar nova proposta, para retomar a negociação desta campanha salarial – que já passa de quinze meses, tendo sido atrasada por constantes adiamentos do lado patronal.

Na proposta discutida nesta manhã, o Semesp abrange dois anos - 2020 e 2021 – com reajuste salarial e abono, mantem todas as cláusulas da atual convenção, garante homologação de dispensas assistidas pelos sindicatos.

“Avançamos em termos de discussão, essa é uma proposta pode ser considerada, mas tudo ainda deve ser discutido em detalhe”, explica Celso Napolitano, da Fepesp, que coordena a comissão de negociação dos sindicatos. “O patronal ainda deve confirmar suas propostas em sua assembleia e, nós, deliberarmos em assembleia dos trabalhadores”.

Nova rodada de negociações foi marcada para a próxima quarta-feira, dia 12. Uma assembleia deve ser convocada para deliberação, assim que surgir uma proposta de renovação da Convenção Coletiva.