Campanha salarial

Fepesp quer antecipação salarial de 6,29%

Atualizada em 10/05/2021 20:18

A Federação dos Professores do Estado de São Paulo (Fepesp) divulgou no final da tarde de hoje (10), nota oficial recomendando que as escolas particulares reajustem os salários de professores e auxiliares em 6,29%, como antecipação salarial. O índice corresponde à inflação acumulada entre março de 2020 e fevereiro de 2021, calculada pela média entre INPC-Ibge e IPC-Fipe.  

A antecipação salarial recompõem o poder de compra dos salários e evite, segundo a nota, que as escolas acumulem um passivo trabalhista, já que o reajuste definitivo, quando vier a ser definido, retroagirá a março de 2021, nossa data base. Na semana passada, o Sieeesp havia orientado as escolas a anteciparem apenas 3,15%, percentual muito abaixo do que está sendo reivindicado para 2021 (inflação integral mais 3% de aumento real)

A nota também informa que as escolas devem continuar cumprindo todas as cláusulas do Dissídio Coletivo 2019/2020, julgado em fevereiro de 2020. Por último, a Fepesp alerta para a sentença do Tribunal de Justiça que continua em vigor e proíbe a convocação dos professores para atividade presenciais.

Clique na imagem para abrir versão em pdf