SinproSP

Escolas católicas abandonam orientação do Sieeesp e cumprem a sentença

Atualizada em 30/03/2004 16:30

É crescente o número de escolas católicas que preferem cumprir a sentença do TRT, referente ao dissídio coletivo 2003 da educação básica, a acumular uma pesada dívida trabalhista.

O SINPRO-SP vem sendo procurado por várias instituições que já estão reajustando os salários de seus professores em 16,42% e negociando o pagamento do retroativo como também do tíquete-refeição.

Se você leciona em escola confessional de orientação católica a hora é esta: exija o cumprimento da sentença.

Clique aqui para acessar a lista das escolas católicas que estão pagando. Ou acesse a lista completa de escolas aqui.