Coronavírus

Prefeitura de SP mantém suspensão de aulas presenciais até dia 11

Atualizada em 01/04/2021 08:35

As aulas presenciais nas escolas públicas e privadas na cidade de São Paulo estão suspensas até o dia 11 de abril, pelo menos. A decisão consta do Decreto 60.158, publicado hoje, 1º de abril. O texto ainda condiciona a retomada das aulas ao fim do estado de emergência, previsto para o dia 11 e que pode ser adiado mais uma vez.

A decisão da Prefeitura prevalece sobre a orientação do governo estadual que, na semana passada, considerou a educação básica como atividade essencial.

Em entrevista coletiva na segunda-feira (29), o prefeito Bruno Covas havia dito que a decisão de abrir de escolas seria da Vigilância Sanitária, de acordo com as condições epidemiológicas da cidade. "Todo mundo sabe que a atividade da Educação é uma atividade mais do que essencial (...)  só que nós temos uma preocupação que é a preocupação com a vida e é exatamente a área da Vigilância Sanitária que vai determinar se já é possível retornar e de que forma é possível retornar", afirmou Covas na entrevista.

l